APOSENTADORIA POR IDADE URBANA

O sonho de todo trabalhador que labora no meio urbano é aguardar a sua idade mínima para requerer o benefício da aposentadoria por idade urbana.

Já que esse é um direito constitucional previsto na nossa Carta Magna de 1988.

Após o trabalhador virar um segurado da previdência, o cidadão pode descansar de todos aqueles anos em que trabalhou e não viu a vida passar.

Por isso, se você se encaixa nesse caso e quer saber com que idade pode pedir o benefício, continue com a gente e saiba os mínimos detalhes sobre esse tipo de aposentadoria.

QUEM POSSUI DIREITO A APOSENTADORIA POR IDADE URBANA?

aposentadoria por idade urbana

Os requisitos são bem simples de serem compreendidos.

É necessário que o trabalhado urbano apresente 65 anos de idade se for homem ou 60 anos de idade se for mulher.

Fora isso, deve se estar atrelado ao período chamado de; tempo de contribuição.

Para o ano de 2018 o tempo de contribuição é de 180 meses, o que equivale a 15 anos contribuindo assiduamente.

COMO EU SEI O MOMENTO DE ME APOSENTAR?

Você saberá a hora certa de requerer o benefício quando completar os 2 requisitos trazidos acima; idade + tempo de contribuição.

Além dessa opção, é possível que você receba uma carta pelos correios no seu aniversário de 65 ou 60 anos avisando que já pode dar entrada no benefício. Por isso, deixe sempre seus dados atualizado no cadastro nacional de informações sociais.

É por meio desse cadastro que a previdência saberá o seu endereço para emitir a correspondência.

VALOR DA APOSENTADORIA POR IDADE URBANA

O segurado que deseja se aposentar pela idade urbana pode ou não utilizar do fator previdenciário.

Basta que ele analise o que seja mais vantajoso para ele.

Mas assim, se o trabalhador contribui a muito tempo e desde os anos de 1994, ele poderá retirar a média de 80% dos seus maiores salários, depois aplicar uma porcentagem de 70% sobre a média dada e acrescentar 1% para cada 12 meses completos de contribuição.

Já, caso após o ano de 1994 ele não tenha mais contribuído, o valor da sua aposentadoria por idade urbana será de 1 salário mínimo do ano vigente.

QUANDO EU COMEÇO A RECEBER O BENEFÍCIO?

O benefício pode ser começado a ser recebido pelo segurado em diversas datas, que irão depender de quando ele deu entrada na aposentadoria, sendo assim, poderá ocorrer em/no;

  1. Dia do seu desligamento no trabalho
  2. Até 90 dias após o desligamento e depois de ter feito o pedido do benefício
  3. Caso não tenha sido realizado o desligamento, será contado o dia da entrada do benefício.

Para poder sacar os valores, o segurado deverá se deslocar até uma das agências do banco correspondente pelo pagamento.

O banco virá apresentado na carta de concessão enviada ao segurado.

Além do abono mensal, irá vir um abono anual que corresponderá ao 13º salário.

aposentadoria urbana
Basta ir na agência do INSS para calcular seu tempo de aposentadoria.

Você pode realizar o agendamento do INSS pela internet, de forma rápida e facil.

QUANDO EU PARO DE RECEBER?

O benefício para de ser recebido pelo segurado quando o mesmo vem a óbito.

Quando esse momento chegar, a família do segurado deve comparecer a um dos postos de atendimento da previdência social e solicitar a suspensão do benefício.

Para isso, esteja portando a certidão de obtido do titular da aposentadoria.

E com base nos requisitos trazidos pela previdência, a família poderá em seguida solicitar a pensão por morte.

Mas isso não é aplicado a todos os casos. Sendo necessário analisar o seu e ver se o benefício tem chances de ser concedido.

Lembrando que, em hipótese alguma a família deve continuar a sacar o valor da aposentadoria após o falecimento do segurado.

Já que se a prática for descoberta, será feito o ressarcimento de todos os valores que foram recebidos pelos familiares.

O correto será dar a entrar com a pensão por morte.

Já para o caso de cancelamento do benefício, é bem diferente.

Pois o cancelamento ocorre por pedido exclusivo do segurado antes de ter sido realizada o primeiro saque do valor da aposentadoria ou antes do segurado ter sacado os valores do PIS e do seu FGTS.

É POSSÍVEL CUMULAR COM OUTROS BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS?

É requisito proibitivo pela previdência social que a aposentadoria por idade urbana seja cumulada com alguns dos benefícios abaixo;

  • Qualquer outra aposentadoria no mesmo regime, auxílio-acidente, auxílio-doença, seguro desemprego, benefício assistencial e renda mensal vitalícia.
aposentadoria por idade urbana
Você precisa saber se tem o tempo necessário para a aposentadoria.

O tempo de contribuição, além de outros diversos detalhes que envolvam a aposentadoria são previstos em uma lei federal sancionada em 1991.

Essa lei diz respeito as espécies de aposentadoria e as suas características com base no regime geral da previdência social.

Dentre os mais variados tipos de aposentadoria, é possível se encontrar na lei a aposentadoria por idade que é dividida em rural e urbana, mas apenas analisaremos nesse tópico a urbana.

Além da idade analisada nos tópicos acima que é de 65 anos para as mulheres e 60 anos para os homens, deve ser levado em conta o período de contribuição considerado necessário ou o que é chamado pela previdência de período de carência.

Quando a lei foi editada nos anos de 1991 o período mínimo de carência era de 60 meses.

Isso mesmo, pode parecer pouco, mas isso tem explicações científicas, como por exemplo; a média de vida do brasileiro é muito inferior da estabelecida para os dias atuais.

Após estudos e mais estudos e o desenvolvimento da população, o período de carência começou a aumentar.

Em 2000, esse período passou a ser de 114 meses. Já em 2005 ficou 144 meses e de 2011 para cá ficou estabelecido a margem de 180 meses de contribuição.

Por isso, deve ser analisado essa idade mínima e observado naquele ano específico, qual a margem mínima de contribuição.

Por exemplo; Se Maria completou 60 anos em 2005, ela tinha que ter contribuído durante 144 meses. Dessa forma, teria pleno direito sobre a sua aposentadoria por idade rural.

 

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *